Saltar para o conteúdo

liberta-te…semeia a esperança!

"José, seu esposo, sendo justo, e não a querendo difamar resolveu repudiá-la secretamente." (Mt 1, 19)

E eu? Tenho sensibilidade e delicadeza para perceber o outro?

Julgo injustamente? Aponto, por vezes, o dedo? Rotulo as pessoas e sou preconceituoso?

Senhor, ajuda-me! Quero ser justo como José e dizer-te SIM, acolhendo a Tua presença na minha vida.